Páginas

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

O depoimento de Eike

eike medo
O empresário Eike Batista está na Superintendência da Polícia Federal no Rio, na região portuária da cidade, para prestar depoimento no âmbito da Operação Eficiência. Eike será ouvido na Delegacia de Combate a Corrupção e Crimes Financeiros (Delecor). Ele chegou em um carro sem a caracterização da Polícia Federal, acompanhado por um outro da instituição e houve manifestação de um grupo de pessoas na porta do órgão.
O empresário, que desde ontem (30), depois de ser transferido do presídio Ary Franco, em Água Santa, zona norte do Rio, está preso na penitenciária Bandeira Stampa (Bangu 9), no complexo de Gericinó, na zona oeste, é acusado de pagar proprinas ao ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral para se beneficiar em contratos na administração estadual.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Polícia Civil autua 111 presos durante revisão no pavilhão cinco de Alcaçuz

A Polícia Civil se mobilizou neste sábado (28) para ouvir, individualizar e tipificar a conduta criminosa de 111 presos da Penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madrugada, o chamado pavilhão 5 de Alcaçuz.
A ação policial aconteceu depois da a entrada da Força de Intervenção Penitenciária Integrada (FIPI) e contou com a participação de sete delegados, cinco escrivães , além de dez agentes de polícia.
Os presos devem ser autuados de acordo com suas responsabilidades, por posse de arma de fogo, posse de drogas, dano qualificado, apologia ao crime, associação criminosa e motim.
Estiveram presente dando apoio logístico a operação, o delegado-geral de Polícia Civil, Claiton Pinho e integrantes das diretorias de polícia de Natal e Grande Natal, do interior e administrativa.

Para ex-secretário da Sejuc, Estado agiu com incompetência em relação a Alcaçuz

Com a crise penitenciária do Rio Grande do Norte ainda repercutindo nacionalmente, o advogado e ex-secretário da Sejuc, Thiago Cortez, criticou a atuação do governo para conter a crise penitenciária do estado. Colocando o estado como incompetente, o ex-secretário disse que o governo possibilitou mais fugas, quando poderia evita-las.
Em entrevista concedida ao Portal Agora RN, Cortez afirmou que a atual crise se desenvolve como um novo ciclo de brutalidade. Apesar de já ter sido estourada no passado, o governo não fez nada para evitar, e pelo que se demostra, só irá tratar dela novamente em um próximo momento de crise.
“O estado foi muito deficiente. Infelizmente houve uma queda interna, como observamos, e acabou aprovando a resolução do problema”, disse o ex-secretário ao ressaltar que o governo tentou intervir nos primeiros dias de rebelião, porém não pôde conter a onda de motins dentro e fora das cadeias públicas. “O estado foi desafiado, e em alguns momentos perdeu a batalha”, afirma.
Além disso, disse que o estado pecou ao ter entrado e saído de Alcaçuz, e não ter contido os presos dentro dos pavilhões, resultando em detentos fazendo barricadas enquanto mais fugas eram realizadas. “Ou seja, enquanto os presos do lado de fora desviaram atenção, os outros fugiram”.
Ainda segundo Cortez, caso medidas e investimentos permanentes não forem tomados imediatamente, a crise pode se desenrolar novamente com uma potencialidade maior. “Enquanto tratar o sistema penitenciário como um esmoler (sic), só atuando durante a crise, vai acontecer de novo”, finalizou.

Cármen Lúcia homologa delações de 77 executivos da Odebrecht

A partir de agora, as informações relatadas pelos delatores poderão ser usadas pela PGR (Procuradoria-Geral da República) para aprofundar as investigações. Os procuradores poderão, por exemplo, pedir abertura de inquérito ou mandado de busca e apreensão.
O sigilo das informações será mantido pelo STF. A lei que baliza a delação premiada determina que as informações fiquem em sigilo até o oferecimento da denúncia.
Cármen Lúcia assumiu a homologação depois da morte do ministro relator da Lava Jato no STF, Teori Zavascki, em 19 de janeiro em acidente aéreo em Paraty (RJ). Ainda não se sabe quem assumirá a relatoria do processo.

Eike Batista chega ao Rio e é levado pela Polícia Federal


O avião que trouxe o empresário Eike Batista de Nova York para o Rio de Janeiro pousou há pouco no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão. O empresário embarcou no domingo (29), no Aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, em um voo da American Airlines. Após o desembarque, Eike foi conduzido pela Polícia Federal.
Eike, proprietário do grupo EBX, é suspeito de lavagem de dinheiro em um esquema de corrupção que também atinge o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, que está preso.

Eike e o executivo Flávio Godinho, seu braço direito no grupo EBX e vice-presidente do Flamengo, são acusados de terem pago US$ 16,5 milhões a Cabral em troca de benefícios em obras e negócios do grupo, usando uma conta fora do país. Os três também são suspeitos de terem obstruído as investigações.

Na quinta-feira (26), a Polícia Federal tentou deter o empresário em sua casa, no Rio de Janeiro, mas ele não estava lá. Os advogados informaram que Eike havia viajado a trabalho para Nova York e que voltaria ao Brasil para se entregar. A Polícia Federal o considerou foragido e pediu a inclusão de seu nome na lista de procurados da Interpol, a polícia internacional.

Eike, de 60 anos, foi considerado o homem mais rico do Brasil e, em 2012, o sétimo mais rico do mundo pela revista Forbes, com uma fortuna estimada em US$ 30 bilhões. As empresas do grupo EBX atuam na área de mineração, petróleo, gás, logística, energia e indústria naval. Em 2013, entretanto, os negócios entraram em crise e Eike começou a deixar o controle de suas companhias e vender seu patrimônio.

O nome de Eike Batista apareceu na semana passada no âmbito da Operação Eficiência, um desdobramento da Operação Calicute, fase da Lava Jato, sobre propinas pagas por grandes empreiteiras a partidos e políticos para obter contratos da Petrobras.

Denúncia contra ex-prefeita de Patu prosseguirá na primeira instância

martelo-juiz1O juiz Jarbas Bezerra, convocado para atuar no TJRN, determinou a remessa dos autos, que apuram uma suposta dispensa indevida de licitação, feita pela então prefeita de Patu, Evilásia Gildênia de Oliveira, em 2010, para a Vara Única daquela Comarca. Isto porque a ex-chefe do Executivo municipal não detém mais a prerrogativa de função, devido o fim do mandato e, 31 de dezembro de 2016. A decisão, ao julgar a ação penal, ocorreu, dentre outros fatores, após consulta ao site do Tribunal Regional Eleitoral, o qual confirma que a denunciada não mais ocupa o cargo, circunstância que leva a sua perda do foro privilegiado.
A denúncia foi ofertada pelo procurador geral de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte contra a então gestora, nos autos do Procedimento Investigatório Criminal n° 036/2012-PGJ, o qual aponta que a denunciada teria dispensado indevidamente a deflagração de processo licitatório para a contratação da empresa Saia Rodada Promoções Artísticas Ltda para agenciamento de bandas musicais para apresentação na XXVII Festa da Cultura de Patu, realizada no período de 04 a 07 de setembro de 2010.
A decisão destacou que, de acordo com a jurisprudência da Corte Suprema, “a prerrogativa de foro defere-se em razão do cargo ou do mandato ainda titularizado, não em razão da pessoa, e, desta forma, encerrado o mandato eletivo, não mais permanece o foro por prerrogativa de função, devendo os autos ser imediatamente remetidos ao juízo de primeiro grau, preservando-se a validade dos atos até então praticados”.

Temer desembarca mais uma vez hoje em Pernambuco

Michel-Temer-Paulo-Câmara-748x410
Com a eleição do Congresso “encaminhada com relativa tranquilidade” para o governo, o presidente Michel Temer desembarca hoje, pela terceira vez, no Nordeste, para tentar reverter a sua baixa popularidade na região que, apesar de não mostrar mais tanta fidelidade ao Partido dos Trabalhadores (PT), ainda possui um eleitorado que deu peso aos governos de seus antecessores – Luiz Inácio da Silva e Dilma Rousseff.
A primeira parada de Temer será na cidade de Paulo Afonso, na Bahia, e na sequência vai até Floresta, em Pernambuco, onde autorizará a ligação de trechos de estações de bombeamento do Projeto de Integração do São Francisco e fará a assinatura da Ordem de Serviço para elaboração do Projeto do Ramal do Agreste Pernambucano.

Ano de crise: benefícios ao Judiciário sobem 30%

auxilio-moradiaO pagamento de benefícios e verbas indenizatórias a magistrados e servidores do Judiciário subiu 30% de 2014 para 2015, ano em que a crise econômica no país se agravou.
Os chamados “penduricalhos” subiram de R$ 5,5 bilhões para R$ 7,2 bilhões, de acordo com dados do último “Justiça em Números”, relatório divulgado anualmente pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça).
Fazem parte deste tipo de gasto diferentes ajudas de custo, tais como auxílio-moradia, auxílio-educação, diárias, passagens, entre outros.

ABC goleia o Santa Cruz de Natal no Frasqueirão

O ABC enfrentou o Santa Cruz de Natal na tarde/noite deste domingo (29), no estádio Frasqueirão, em jogo válido pela 4ª rodada do primeiro turno do Campeonato Potiguar, e goleou o adversário por 4 a 1. Os gols abecedistas foram marcados por Nando (2), Erivélton e Gegê.
Com o resultado, o Clube do Povo chegou aos 10 pontos conquistados e assumiu a liderança isolada do turno. O próximo compromisso do Alvinegro está marcado para quarta-feira (01), contra o Assu, às 19h15, no estádio Edgarzão, em Assu.

ProUni oferece 214 mil bolsas no primeiro semestre; inscrições começam na terça

As inscrições para o processo seletivo do Programa Universidade para Todos (ProUni) serão abertas à 0h de terça-feira (31). Ao todo, serão oferecidas 214.110 bolsas de estudos no primeiro semestre deste ano. O período de inscrições se encerrará às 23h59 (horário de Brasília) de 3 de fevereiro. Segundo o Ministério da Educação (MEC), essa é a maior oferta de vagas desde a criação do programa.
Do total de bolsas ofertadas, 103.719 são integrais e 110.391, parciais – o governo federal cobre 50% da mensalidade. As inscrições devem ser feitas na página eletrônica do programa. O candidato deve informar o número de inscrição e a senha usados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016. É possível escolher até duas opções de curso, por ordem de preferência.

“Negra” brasileira tenta vencer Miss Universo hoje (29)


negra brasi
Neste domingo (29/1), a cidade de Manila, nas Filipinas, receberá a edição 2017 do concurso Miss Universo, com um gostinho muito especial para os brasileiros: a participação da modelo brasileira Raíssa Santana. Vencedora do Miss Brasil 2016 – a segunda negra a levar o título na história da competição, a primeira foi Deise Nunes, em 1986 -, Raíssa concorre agora com mais de 80 candidatas pelo título de mulher mais bonita do mundo.
Na competição deste domingo, a paranaense, confinada desde 12 de janeiro, utilizará um vestido longo desenhado com exclusividade pelo estilista Alexandre Herchcovitch. Coberto por cristais produzidos na Boêmia, a peça tem altíssimo brilho e promete garantir um efeito estonteante na passarela. O Miss Universo 2017 será realizado na passarela do Mall of Asia Arena, na terceira vez que as Filipinas sediam o concurso. O arquipélago asiático também é o atual detentor da faixa, recebido pela modelo Pia Alonzo Wurtzbach.
Para os brasileiros acompanharem cada detalhe da competição, a Band realizará a transmissão ao vivo, a partir das 22h (horário de Brasília), com apresentação de Renata Fan, participação de Cássio Reis e comentários do stylist Rapha Mendonça. O canal TNT também contará com transmissão na televisão à cabo e por meio da plataforma de streaming TNT Go. Ambos canais oferecem a tradução simultânea do concurso.

STF se aproxima de um nome para substituir Zavascki


IMG_4853

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve anunciar nesta semana a decisão sobre o futuro da Operação Lava Jato na Corte. Durante toda a semana passada, em conversas reservadas, a presidente, Cármen Lúcia, buscou uma solução consensual. Ela visa encontrar um substituto para relatar os processos da operação. Estes seguem sob a responsabilidade do gabinete do ex-ministro Teori Zavascki, morto em acidente de avião em Paraty (RJ).
Além da relatoria, a Corte deve definir como será feita a homologação das delações premiadas dos 77 executivos ligados à empreiteira Odebrecht. Na sexta-feira, juízes auxiliares do STF concluíram a fase de depoimentos complementares. Com a conclusão, as delações estão prontas para serem homologadas.
A alternativa mais cogitada em conversas informais dos ministros é o sorteio da relatoria da Lava Jato entre os integrantes da Segunda Turma. Era colegiado integrado por Teori e que já julgou recursos da Lava Jato. Fazem parte do colegiado os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.

Nova droga testada nos EUA ataca um dos mecanismos do Alzheimer


alzaimer

Elas são importantes para manter a estabilidade dos neurônios. Porém, quando se tornam defeituosas, acabam contribuindo para o desenvolvimento de doenças degenerativas para as quais não existe cura. Entre essas enfermidades está o Alzheimer, o tipo de demência mais prevalente em todo o mundo. Agora, pela primeira vez, um grupo de pesquisadores conseguiu reverter os danos que as chamadas proteínas tau provocam no cérebro e que estão associados diretamente à destruição progressiva das funções cognitivas. Segundo os autores do trabalho, publicado na revista Science Translational Medicine, o resultado abre caminho para o desenvolvimento de um tratamento direcionado.
Quando a proteína tau se torna defeituosa, ela perde a capacidade de estabilizar o microtúbulo, espécie de esqueleto celular. A consequência é a formação dos emaranhados neurofibrilares — como um novelo de lã desenrolado de qualquer jeito, o cérebro fica tomado por “nós”. Muitas patologias neurológicas estão associadas a esse processo, incluindo a paralisia progressiva supranuclear, um distúrbio do movimento que pode afetar pessoas de todas as idades, e as demências frontotemporais, que geralmente surgem entre 40 e 50 anos.
Embora as chamadas taupatias — doenças neurodegenerativas causadas pelo excesso de proteína tau — sejam alvo de muitos estudos, até agora ninguém tinha conseguido reverter sua ação. “Nós mostramos no estudo um composto sintético que é o primeiro a reverter os danos associados à tau no cérebro. Essa molécula diminui os níveis da proteína circulante, prevenindo e, em alguns casos, eliminando os danos neurológicos”, afirma Timothy Miller, professor da Universidade de Washington em St. Louis (EUA) e principal autor. Os testes, porém, foram realizados com animais e não há previsão de quando — e se — os resultados poderão se aplicar a humanos.
O que a equipe de Miller fez foi atacar, em ratos manipulados para ter os emaranhados neurofibrilares, uma molécula que atrapalha o processo de fabricação de proteínas. Antes que o gene consiga passar instruções para que as substâncias sejam produzidas corretamente, a molécula destrói o RNA mensageiro. Os cientistas desenvolveram um antídoto para isso.
Todos os dias, ao longo de um mês, eles administravam uma dose do composto aos roedores que, aos 9 meses de idade, já apresentavam problemas neurológicos devido aos emaranhados. Quando os animais tinham 12 meses, os pesquisadores mediram a quantidade de tau, de material genético da tau e de emaranhados da proteína no cérebro das cobaias. Segundo Miller, houve redução significativa dos três parâmetros, comparado aos ratos que receberam placebo.
Como os níveis também estavam mais baixos que os dos roedores de 9 meses, os cientistas acreditam que o tratamento não apenas parou, mas reverteu o acúmulo da tau. “Quando essa linhagem de ratos geneticamente modificados atinge 9 meses, o hipocampo, uma importante área do cérebro associada à memória, tipicamente está encolhido e há morte de neurônios. Mas, com o tratamento, o cérebro não estava mais tão murcho, embora não tenhamos evidência da reversão da morte neuronal”, observa o neurologista.
Medula espinhal
Os pesquisadores também testaram a técnica em um modelo primata, ministrando duas doses de placebo ou do composto no fluido cerebrospinal de macacos cinomolgos saudáveis. De acordo com Miller, no caso de um tratamento com humanos, essa seria a forma de aplicação do medicamento, pois o fluido circula da medula espinhal até o cérebro. Duas semanas depois, foi medida a quantidade de proteína tau e de RNA tau nos animais. Novamente, o composto reduziu ambos os parâmetros.
O neurologista ressalta que tratamentos com oglionucleotídeos, como a substância utilizada nos testes, foram aprovados recentemente nos EUA para tratar distrofia muscular de Duchenne e atrofia muscular espinal. Agora, a Universidade de Washington está em processo de obtenção da patente para reduzir os níveis de tau. “Essa é uma abordagem bastante promissora”, diz.
Otávio Castello, diretor científico da Associação Brasileira de Alzheimer, ressalta que o estudo é uma peça a mais no quebra-cabeça das doenças neurodegenerativas. “Para isso ser replicado em humanos, ainda precisa muita coisa. Esse é o primeiro nível da pesquisa. Para virar um remédio de fato, a gente tem uns 10 anos pela frente”, diz. “Eles conseguiram reduzir a quantidade de proteína tau, não só de nova, mas daquela que estava depositada no cérebro em degeneração. Além disso, viram que a quantidade de neurônios mortos era menor. A redução do volume do hipocampo, que com a doença vai murchando, também tinha desacelerado.”

Policiais se vestiam de mulher para escapar da morte

nicab

Durante mais de dois anos e meio, a vestimenta ajudou o ex-policial de meia idade a se esconder do Estado Islâmico e ter um destino diferente de quase todos os seus colegas, que foram mortos a tiros ou facadas pelos militantes do grupo.Um niqab, o véu usado por algumas muçulmanas e que deixa apenas os olhos à mostra, salvou a vida de Abu Alawi.
Quando o EI chegou em sua cidade, Hamman al-Alil, em 2014, enquanto avançava pelo norte do Iraque, a primeira coisa que os extremistas fizeram foi reunir os policiais e militares do Exército.
Os que ocupavam posições mais altas na hierarquia foram mortos imediatamente. Os outros acabaram recebendo uma espécie de anistia: se renunciassem ao governo de Bagdá e prometessem ver de acordo com as regras do grupo, seriam poupados.
Abu Alawi preferiu se esconder. Primeiro em casa, em uma espécie de toca que fez em seu jardim. Mas o EI começou a fazer buscas mais cuidadosas e ele percebeu que teria que sair dali.
Foi então que Alawi decidiu usar o niqab, o véu que o próprio EI obriga todas as mulheres em seus territórios a usar.
A partir daí, todas as vezes que algum amigo o alertava de uma busca, o ex-policial escondia o corpo, rosto e o bigode embaixo do véu e ia para algum lugar mais seguro, disfarçado de mulher.

domingo, 29 de janeiro de 2017

ProUni oferece 214 mil bolsas no 1º semestre; inscrições começam na 3ª

As inscrições para o processo seletivo do Programa Universidade para Todos (ProUni) serão abertas à 0h de terça-feira (31). Ao todo, serão oferecidas 214.110 bolsas de estudos no primeiro semestre deste ano. O período de inscrições se encerrará às 23h59 (horário de Brasília) de 3 de fevereiro. Segundo o Ministério da Educação (MEC), essa é a maior oferta de vagas desde a criação do programa.
Do total de bolsas ofertadas, 103.719 são integrais e 110.391, parciais – o governo federal cobre 50% da mensalidade. As inscrições devem ser feitas na página eletrônica do programa. O candidato deve informar o número de inscrição e a senha usados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016. É possível escolher até duas opções de curso, por ordem de preferência.
ProUni
Criado em 2004, o programa oferece bolsa de estudo integral ou parcial (50% da mensalidade) em instituições particulares de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior. O programa é dirigido a egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular, na condição de bolsistas integrais.
O estudante precisa comprovar renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio para a bolsa integral e de até três salários mínimos para a parcial. A seleção ocorre duas vezes por ano.

Potiguar tenta espantar a crise no duelo na Arena das Dunas

O Potiguar viajou até Natal para encarar o Alecrim neste domingo, 29, com objetivo de espantar a crise que se instalou no clube após a derrota no clássico para o Baraúnas. A situação foi agravada com as declarações do então auxiliar-técnico Edinho Cardoso que acusou o treinador Dario Lourenço de receber dinheiro para escalar os jogadores do empresário Zé Carlos, que é o parceiro do clube, em detrimento dos atletas da casa. O jogo com o Alecrim começa às 17h, na Arena das Dunas, valendo pela quarta rodada do Campeonato Estadual.
Edinho, que também era o técnico da equipe de base, entregou os cargos após a derrota para o Baraúnas. Além de disparar contra Dario, ele afirmou que a diretoria alvirrubra está “rachada”.  Neste sábado, o clube emitiu uma nota desmentindo Edinho sobre a suposta divisão entre os dirigentes.
Ontem mesmo, o Potiguar apresentou o ex-jogador Agnaldo Fidélis como o novo auxiliar-técnico do Potiguar. O meia-atacante Marcio Tarrafas, contratado como reforço, também foi apresentado.
O alvirrubro encerrou os preparativos para o jogo com uma atividade recreativa na manhã deste sábado e após o almoço viajou para a capital. Somente a vitória mantém o time na briga por classificação e alivia o clima instável provocado pelo resultado do clássico.
O atacante Hugo, contundido, está mais uma vez fora de combate. Dario deverá manter a formação com Dida, Glaubinho, Luiz Alberto, Cláudio Baiano e Ciel; Sidney, Batata, Jozicley, Lucy Junior e Giovanni; Clayton Junior. 

Em casa, Baraúnas busca se manter na liderança do Campeonato Estadual

O Baraúnas enfrenta o Assu neste domingo, 29, às 17h, no Estádio Nogueirão, na tentativa de se manter na liderança do primeiro turno do Campeonato Estadual. O Leão soma sete pontos, a mesma pontuação do ABC, e precisa da vitória para se sustentar na primeira posição, até mesmo porque o ABC joga em casa e teoricamente com favoritismo a seu favor diante do Santa Cruz.

“Não podemos vacilar. Jogando em casa a obrigação é nossa, ainda mais com essa possibilidade de se manter na liderança”, comentou o zagueiro e capitão, Nildo.
Vencendo o jogo, o Baraúnas chegará aos 10 pontos e se aproximaria da classificação à final do turno, faltando apenas mais três rodadas. Pela previsão, considerando o equilíbrio entre os clubes, é possível ultrapassar de fase com 14 pontos.
Autor do gol da vitória no clássico com o Potiguar, o atacante Caio Dittmar poderá ter a sua primeira chance entre os titulares. Mesmo entrando no decorrer dos jogos, o atleta já marcou dois gols em três jogos. Se isso acontecer, Capacete deverá ser o sacado. Contratado como reforço, o atacante Roni será alternativa de jogo.
O Assu, que soma 4 pontos na tabela, também encara o jogo como essencial para as suas pretensões. Uma possível vitória significa a luta definitiva por vaga na decisão.
Regularizados, o volante Rodrigo Cesário e o meia Victor Leão estão à disposição da comissão técnica. No entanto, o time não deverá sofrer mudanças, isso porque o técnico José Cortina gostou da postura da equipe no empate com o Alecrim, dando a entender pela manutenção da equipe.
FICHA TÉCNICA
Local – Nogueirão
Hora – 17h
Arbitro – Alciney Santos de Araújo
Assistentes – Jaílson Fernandes e João Henrique
Baraúnas – Érico, Balinha, Ferreira, Nildo e Alexsandro; Yago, Italo e Beleu; Gabriel Maia, Capacete (Caio Dittmar) e Felipinho. Téc. João Menezes.
Assu – Bruno Dias, Gilberto Matuto, Paulo Junior, Yago e Lucas Straub; Romeu, Silas, Diego Lomba e Nininho; Paulinho e Dedé Macaiba. Téc. José Cortina.

Flamengo goleia o Boavista por 4 a 1 na Arena das Dunas


20170128214559_464

Uma partida eletrizante marcou a estreia rubro­-negra na temporada 2017. Desde os primeiros instantes da primeira etapa, o comportamento da equipe era de quem tinha uma missão em campo: conquistar os três pontos. O objetivo foi alcançado pelo Flamengo na noite deste sábado (28), na Arena das Dunas.
Com a vitória por 4 a 1, em uma noite inspirada dos peruanos Miguel Trauco e Paolo Guerrero, o ano teve início da melhor maneira possível.

Prepotência de Eike servia à corrupção

Eike-CabralEm junho de 2011, o empresário Eike Batista admitiu que emprestara o seu jatinho Legacy ao governador Sérgio Cabral para que ele chegasse a um resort da Bahia para a festa de aniversário do seu amigo Fernando Cavendish, dono da empreiteira Delta. Interpelado sobre a eventual impropriedade do mimo, Eike vestiu o manto de homem mais rico do Brasil, oitavo do mundo, e respondeu:
“Tive satisfação em ter colocado meu avião à disposição do governador Sérgio Cabral, que vem realizando seu trabalho com grande competência e determinação. Sou livre para selecionar minhas amizades, contribuir para campanhas políticas, trazer a Olimpíada para o Rio (…) e auxiliar a realização de diversos projetos sociais e culturais do Estado”.

O Mundo vive um retrocesso político e social

Desde a queda do muro de Berlim que não se via coisa igual. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta quarta-feira (25) uma ordem executiva para iniciar a construção de um muro na fronteira com o México, uma das principais e mais polêmicas promessas de campanha do republicano.
Trump também assinou uma ordem executiva para bloquear fundos federais para as chamadas "cidades-santuário", que protegem imigrantes sem documentos da deportação. Os fundos federais serão abolidos para cidades que se recusem a fornecer informações às autoridades federais sobre o status de imigração de pessoas detidas nessas localidades, entre as quais estão Chicago, Nova York e Los Angeles.
Não só isso: no Brasil se vivencia uma verdadeira barbárie com brigas de facções criminosas que fogem ao controle do Estado. Aliás, o Estado Islâmico parece fez escola por estas terras de Tupy-Guarany, com corpos sendo decapitados e mostrados em vídeos nas redes sociais como se fosse um prêmio. Meu Deus o Mundo está de cabeça virada. Onde vamos parar?
Não, não podemos encarar isso com naturalidade. Muros sendo erguidos para dividir nações, pessoas sendo mortas e retiradas suas cabeças. Nem na época da Idade da Pedra. O que se observa é que a sociedade está paralisada diante de tantas sandices. Aqui e acolá algum tipo de manifestação, mas o Planeta Terra virou um pandemônio.
Não, não quero isso para os meus filhos e netos. Continuo sonhando o sonho sonhado de um Mundo melhor para se viver. Um Mundo onde todos tenham o direito a um lugar ao sol, um Mundo de paz e de eterna confraternização. Não quero um Mundo em que nações sejam separadas por muralhas, não quero um mundo em que a criminalidade comece a fazer das pessoas reféns.
Discriminação e terrorismo são duas palavras que devem ser banidas de qualquer dicionário.
O papa Francisco afirmou ainda em 2013 que entre a "indiferença egoísta e o protesto violento" sempre está a opção do diálogo.
Sim, o papa Francisco estava certo!
Acesse o blogdobarbosa clicando no link http://www.blogdobarbosa.jor.br

Prefeitura convoca censo e ameaça cortar salário de servidor que não responder


Com a proposta de atualizar e consolidar o banco de dados cadastrais do sistema de RH de Parnamirim, a Prefeitura promoverá no período de 1° de fevereiro  a 10 de março o recadastramento dos servidores da Administração, integrantes do quadro efetivo. O recadastramento é obrigatório e aqueles que não o fizerem terão a remuneração suspensa a partir do mês de março.
Nessa primeira fase, a atualização será realizada por meio do sistema SGI – Sistema de Gestão e Informação, onde o próprio servidor deverá acessar o site www.parnamirim.rn.gov.br e preencher o formulário de cadastro. E, na segunda fase do processo haverá a validação documental, visando a complementação do recadastramento com apresentação dos documentos obrigatórios.
Dentre os documentos exigidos estão: Identidade; certidão de nascimento ou casamento; CPF; PIS/PASEP/NIT; comprovante de residência atualizado; último comprovante de rendimento; título de eleitor; CPF e certidão de nascimento dos dependentes; declaração emitida pela chefia atestando a lotação do servidor; comprovante de escolaridade e carteira de registro do Conselho Regional da Categoria; e comprovante de anuidade, se for o caso.
A Secretaria de Finanças montou um calendário de recadastramento:
  • De 1/02 a 9/02 deverão se cadastrar os servidores com matrículas terminadas em 1, 2 e 3;
  • De 10/02 a 20/02 para os servidores com matrículas terminadas em 4,5 e 6;
  • De 21/02 a 10/03 para os servidores com matrículas terminadas em 7,8,9 e 0.
A validação do cadastro deve ser feita nos postos de atendimento: Secretaria Municipal de Educação (servidores da SEMEC e SEMUT);Secretaria Municipal de Saúde (servidores da SESAD) e Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (servidores da SEARH e demais secretarias).
A atualização dos dados cadastrais permitirá à Prefeitura ter um raio x do quadro de servidores, obtendo informações importantes, como por exemplo, o nível de escolaridade.

Barragem de Assu só está com 15% de sua capacidade

15193594_10210748184085865_9020186419933623805_n-1-768x576


O último relatório do Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn) aponta que a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do Rio Grande do Norte, está com 14,25% do volume total. A Barragem Santa Cruz, em Apodi, está com 18,61%, e a Barragem de Umari, em Upanema, com 8,88%.
O diretor-presidente do Igarn, Josivan Cardoso, alerta a população para continuar economizando água, mesmo com as boas expectativas para o próximo período chuvoso.
“O racionamento no abastecimento das cidades permanece. O cidadão tem que economizar para manter os sistemas funcionando, é responsabilidade de todos”, afirma.

PROEG lança edital com normas para matrículas dos aprovados no Sisu 2017

A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEG/UERN) publica edital com as normas para realização das matrículas institucional e curricular dos candidatos aprovados no Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para ingresso nos cursos de graduação da UERN, no ano de 2017. O Ministério da Educação (MEC) prorrogou até domingo (29) o prazo para inscrição no SiSU.
Os outros prazos permanecem os mesmos. Os candidatos convocados para ingresso no primeiro ou segundo semestres letivos de 2017, cujos nomes serão divulgados no dia 30 de janeiro de 2017, conforme subitem 3.1 do Edital nº 05/2017 da Secretaria de Educação Superior (SESu), deverão requerer matrícula institucional nos dias 03, 06 e 07 de fevereiro de 2017.
Na UERN, o candidato convocado na cota destinada a pessoa com deficiência para ingresso no primeiro ou no segundo semestres letivos de 2017, deverá ser previamente submetido à avaliação da junta multiprofissional da UERN, e apresentar-se no horário das 18h30 às 19h30 dos dias 31 de janeiro, 01, 02, 03 e 06 de fevereiro do ano em curso, devendo os mesmos se apresentarem no prédio da Faculdade de Ciências da Saúde – FACS da UERN, localizado na Rua Atirador Miguel A. da Silva Neto, s/n Aeroporto – Mossoró/RN, com 30 minutos de antecedência, conforme ordem de apresentação.

Com prejuízo mensal e poucos jogos, estádios da Copa pedem socorro

Das 12 arenas da Copa do Mundo, três se desdobram em estratégias para diminuir o prejuízo mensal com o baixo número de partidas nos últimos dois anos. No Campeonato Amazonense, a Arena Amazônia não cobra aluguel dos clubes que jogam lá. A diária dos funcionários também fica “na faixa”. Desde o ano passado, o Mané Garrincha (Distrito Federal), que só tem três jogos confirmados do Campeonato Brasiliense até agora, passou a alojar dois órgãos da administração distrital, economizando aluguel do orçamento do governo. Por mês, o saldo negativo é de R$ 500 mil. No Mato Grosso, os gestores da Arena Pantanal defendem uma ação federal, com a participação da CBF e do governo, para salvar os estádios do Mundial que estão no vermelho.
O apelo dos mato-grossenses se justifica. E o pedido de socorro é geral. Com custos médios de R$ 700 mil por mês, a arena não consegue cobrir nem 10% disso, ou seja, R$ 70 mil. Os números são da secretaria Adjunta de Esportes e Lazer. O estádio em Cuiabá é bancado pelo governo estadual. Até o momento, estão confirmados 20 jogos da primeira fase do campeonato local, o que não significa lá grande coisa. Os clubes pagam pela utilização da Arena Pantanal uma taxa de 8% da renda bruta. A final do torneio de 2016, por exemplo, teve uma renda pífia, de R$ 167 mil.
Para resolver essa situação de penúria, o secretário Leonardo Oliveira vê duas saídas emergenciais: concessão à iniciativa privada e uma ação federal. “A CBF e o Governo Federal poderiam desenvolver uma ação conjunta, em nível nacional, para fomentar o esporte nas arenas da Copa que possuem poucas partidas”, defendeu o secretário.
Em Brasília, Jaime Recena, secretário de Turismo do Distrito Federal, rejeita o rótulo de elefante branco para o Mané Garrincha. “O nosso estádio é um elefante, mas não é branco, não Ele está corado”, afirmou.
Para tentar sustentar a afirmação, Recena abre as contas do estádio mais caro do Mundial de 2014. O custo de manutenção mensal é parecido com o do colega mato-grossense (R$ 700 mil); a arrecadação gira em torno de R$ 200 mil. No ano passado, o estádio recebeu 28 partidas de futebol, 10 da Olimpíada. O show do grupo norte-americano Gun’s Roses ajudou a diminuir o prejuízo – o aluguel para grandes eventos oscila entre R$ 150 mil e R$ 500 mil.
Para compensar o rombo, a arena se tornou o endereço de três órgãos da administração estadual. Nos números do secretário, a economia com aluguel alcançou R$ 10 milhões entre junho de 2015 e junho de 2016, quando a arena foi entregue para os Jogos Olímpicos. Hoje estão no estádio a Secretaria de Cidades e um departamento da Terracap (Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal).
Em 2017 só estão confirmados três jogos no estádio do campeonato estadual. Os clubes reclamam que é caro jogar ali. De acordo com a negociação, o time tem de pagar entre 8% e 13% da bilheteria. “A média de público nos nossos jogos é de duas, três mil pessoas Se a gente jogar lá, teremos prejuízo”, afirmou Paulo Henrique Lorenzo, gerente de futebol do Brasiliense.
As arenas ainda enfrentam um problema adicional visível pela TV. Quando as partidas são realizadas, elas ficam vazias, pois são muito grandes para a realidade local. No ano passado, 70% dos lugares das arenas da Copa do Mundo ficaram desocupados. Sete dos 12 estádios tiveram ocupação menor que 30%.
SOLUÇÃO – Para contornar o problema do valor do aluguel, os administradores da Arena Amazônia não cobram a taxa dos clubes locais. Para times de outros Estados, ela gira em torno de 7 a % 10%. A final de 2016 atraiu 1.574 pessoas, que deixaram na bilheteria R$ 17.580,00. “A renda da bilheteria vai para os clubes. É uma forma de incentivar o futebol local”, disse o secretário estadual de Juventude, Esporte e Lazer, Fabrício Lima
A iniciativa também tenta minimizar o saldo negativo. Em 2016, a despesa anual foi de R$ 6,5 milhões. A receita, por sua vez, alcançou R$ 1,1 milhão. “Nosso objetivo é encerrar 2017 no 0 a 0”, afirmou o secretário.
Em todos os Estados, uma das soluções apontadas foi a concessão à iniciativa privada. Em Brasília, uma chamada pública atraiu dois grupos interessados. No Mato Grosso, a secretaria acha difícil encontrar um parceiro. Em quatro locais, empresas que gerem os estádios querem deixar o negócio. Isso já aconteceu em Pernambuco – a administração voltou para o governo do Estado. Pode acontecer no Maracanã (Rio), Arena das Dunas (Natal) e na Fonte Nova (Salvador).

PEC que tramita na Câmara dos Deputados proíbe parcelamento de salário de servidores públicos

Deputado Francisco Floriano, autor da proposta (Foto: Reprodução)
Deputado Francisco Floriano, autor da proposta (Foto: Reprodução)
Tramita na Câmara dos Deputados uma proposta de emenda à Constituição que obriga a União, os estados e os municípios a garantir o pagamento integral dos salários dos servidores públicos, proibido o seu parcelamento. A medida está prevista na PEC 230/16, do deputado Francisco Floriano (DEM-RJ), que acrescenta um parágrafo ao texto constitucional, na parte que trata da remuneração de pessoal.
Diante da crise financeira que assola diversos estados brasileiros, Francisco Floriano posiciona-se contrariamente ao parcelamento anunciado por governos estaduais. O deputado argumenta que o salário tem natureza alimentar e não pode ser parcelado ou retido. Segundo ele, a “medida desesperada” dos estados é inconstitucional por violar o inciso da Constituição que determina a irredutibilidade dos vencimentos dos servidores públicos.
“O parcelamento dos vencimentos prejudica os servidores. Afeta diretamente os compromissos assumidos, como mensalidade de escolas e financiamentos”, exemplifica.
Tramitação
A PEC será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania quanto a sua admissibilidade. Se aprovada, será examinada por uma comissão especial antes de ser votada em dois turnos pelo Plenário. 

Urgente: Asteróide catastrófico se chocará com a Terra em três semanas, diz astrônomo

O planeta pode estar com os dias contados. Ao menos, no entendimento do especialista em astronomia russo Dyomin Damir Zakharovich.
De acordo com ele, conforme publicação do jornal do Reino Unido, Daily Mail, o asteroide 2016WF9, descoberto no ano passado, não passará apenas nas proximidades da Terra, como afirma a NASA, mas sim, se chocará com o planeta, gerando um super tsunami, com chances reais de acabar com a civilização.
O asteroide tem, ao menos, um quilômetro de diâmetro e foi avistado pela última vez no dia 27 de novembro de 2016, pela missão NEOWISE da NASA. Ele estaria viajando a quase cinco anos pelo espaço, passando nas proximidades do principal cinturão de asteroides de Marte e, de acordo com Zakharovich,agora está no caminho da órbita da Terra.
A NASA já pronunciou algumas vezes sobre o que fazer em casos de asteroides de grande proporção vindo em direção ao planeta Terra. A agência garante que a chance de isso acontecer é mínima, por outro lado, caso uma colisão dessa magnitude venha a se confirmar num futuro próximo, não haveria o que ser feito, já que as ideias para destruição de objetos desse tamanho ainda não são viáveis.

sábado, 28 de janeiro de 2017

SEEC alega cumprir determinação judicial sobre carga horária e Assessoria do SINTE/RN rebate a manobra


Inicialmente, estamos trazendo o comunicado publicado na impressa norte-rio-grandense e no site da Secretaria de Estado da Educação e Cultura e em seguida a assessoria do SINTE/RN (Sindicato dos Trabalhadores e Educação Pública do RN), explica a manobra usada pela Secretaria, para obrigar de forma ilegal os professores a trabalharem 24 aulas semanais, sendo que a obrigação do mesmo são 20 horas que equivale a 2/3 da carga horária total.

Comunicado da Secretaria de Educação e Cultura

A Secretaria de Estado da Educação informa à população e, em especial aos profissionais do magistério, que, em razão do processo movido pelo Ministério Público, a justiça determinou a adequação da jornada de trabalho dos professores da rede pública estadual para cumprir integralmente a carga horária de 30 horas semanais. 

Em cumprimento à determinação judicial, a Secretaria de Educação está organizando o currículo do ano letivo de 2017 com vinte e quatro aulas de 50 minutos por semana para os professores do ensino fundamental, médio e EJA, com base na composição de vinte horas-relógio.

As 24 aulas correspondem a dois terços da carga horária destinada às  atividades em sala de aula.

Salientamos que essa decisão não interfere nas dez horas-relógio destinadas às atividades de planejamento, estudos, reuniões que estão sendo respeitadas integralmente pela Secretaria da Educação.

O SINTE/RN Esclarecendo Manobra

Ao contrário do que afirma a Secretaria Estadual de Educação, o Ministério Público foi derrotado em todas as suas tentativas de pôr fim ao direito dos(as) professores(as) à hora/atividade baseado na hora/aula.  Inclusive no Supremo Tribunal Federal. A última delas encontra-se suspensa por determinação judicial.

Em despacho datado de 09 de novembro de 2016, a juíza Ana Claudia Secundo da Luz Lemos, deixa claro que está em vigor a determinação do desembargador Claudio Santos, favorável à categoria e obriga o Estado a cumprir essa determinação.

A nota à população divulgada pelo Governo não encontra, portanto, sustentação na verdade. O SINTE/RN vai tomar todas as medidas, jurídicas e políticas, para que a Lei seja cumprida. Inclusive com a convocação de uma assembleia para o dia 13 de fevereiro, com indicativo de greve até que o Governo entenda que a Lei precisa ser cumprida.

Em vídeo, a coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, avisa que após a nota da SEEC o Sindicato já prepara categoria para greve. Confira AQUI

Também em vídeo um dos advogados do SINTE disse que o Governo está descumprindo a ordem judicial sobre hora/atividade. Veja AQUI.

Prefeitos do RN se reunirão com Ministro da Educação para discutir devolução de verbas do Fundeb


Uma comitiva de Prefeitos do Rio Grande do Norte se reunirá com o Ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM-PE), na próxima segunda-feira (30), no Instituto Metrópole Digital, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, ás 17h30, para discutir a devolução de verbas ao Fundo Nacional de Desenvolvimento à Educação (FNDE). O encontro foi articulado entre o Presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN – Benes Leocádio, e o deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN).
Além do presidente da FEMURN, Benes Leocádio, dez prefeitos, dois procuradores e o vice-governador do Estado, Fábio Dantas, deverão participar da reunião. No encontro, os gestores irão apresentar ao Ministro as dificuldades que os municípios e o Estado deverão enfrentar caso tenham que devolver à União R$ 192 milhões referentes ao Fundeb.
Para Benes, a reunião deverá sensibilizar o Ministério da Educação para que os valores não sejam devolvidos: “O Governo Federal está pedindo R$ 192 milhões das prefeituras potiguares que foram utilizados corretamente. A devolução destes recursos afetaria fortemente os municípios, que já enfrentam graves dificuldades. Temos convicção de que vamos sensibilizar o Ministro Mendonça Filho e chegar a um acordo para que as prefeituras não precisem devolver os recursos e não dificulte ainda mais suas finanças”, afirmou Benes.
O Presidente da FEMURN também agradeceu ao deputado Rogério Marinho pela articulação na reunião: “Os gestores ficam satisfeitos com o apoio do deputado Rogério Marinho na articulação e ajuda aos municípios. Neste momento, o apoio da classe política é extremamente importante, inclusive com a Prefeitura de Natal e com o Governo do Estado, que também serão prejudicadas, caso tenhamos que devolver os recursos. O momento é de união”, considerou Benes.
ENTENDA O CASO: Devolução de recursos do FUNDEB prejudica municípios do RN
A decisão do ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF) em revogar a liminar concedida em abril de 2016 para que o Rio Grande do Norte (Estado e municípios) devolva à União R$ 192 milhões referentes ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) deverá prejudicar os municípios do RN.
No ano de 2015, os municípios repassaram corretamente os dados escolares ao Fundeb, receberam a complementação e aplicaram devidamente os recursos. A União alegava que o Rio Grande do Norte não teria direito a complementação e cobrou os valores aos municípios. A FEMURN optou por ajuizar uma ação coletiva para que os municípios não fossem penalizados pelo erro de cálculo da união, e alegou que as prefeituras não agiram por má fé recebendo os recursos e os aplicando corretamente. O entendimento havia prevalecido para o STF, até o ministro Marco Aurélio reexaminar o processo no final de 2016.

Flamengo estreia no Carioca contra o Boavista, na Arena das Dunas


Após quase 20 dias de pré-temporada, o Flamengo está de volta a campo para o primeiro desafio oficial de 2017. Depois de dois amistosos contra Vila Nova e Serra Macaense, o Rubro-Negro faz sua estreia no Campeonato Carioca contra o Boavista, na Arena das Dunas, às 19h30 deste sábado (28).
No último confronto entre as duas equipes, no Carioca 2016, deu Flamengo: 3 a 0, com gols de Mancuello, Cirino e Guerrero, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O duelo mais importante contra o Boavista foi a final da Taça Guanabara de 2011. Na oportunidade, o Rubro-Negro venceu por 1 a 0, no Engenhão lotado por mais de 40 mil torcedores, com gol de falta de Ronaldinho Gaúcho.

Flamengo e Boavista se enfrentaram apenas 12 vezes na história, todas pelo Campeonato Carioca, com grande vantagem do Mais Querido: oito vitórias, contra apenas uma do Boavista, e três empates.

Esta é quarta vez que o Mengão disputa uma partida na Arena das Dunas na história. Nos três primeiros jogos, duas vitórias e uma derrota: 1 a 0 sobre o América-RN, 3 a 0 sobre o Avaí e 1 a 2 para o Fluminense.

Presidente do STF deverá homologar delação da Odebrecht


A expectativa no Supremo Tribunal Federal e no Palácio do Planalto é de que as delações da Odebrecht sejam homologadas pela presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, entre segunda e terça-feira, já que os juízes auxiliares da equipe do ministro Teori Zavascki, morto no dia 19, encerraram ontem as audiências com os 77 delatores da empreiteira. Esse é o último passo antes da confirmação dos acordos firmados por executivos e ex-executivos com o Ministério Público Federal.
Como presidente da Corte, Cármen Lúcia é uma espécie de plantonista durante o recesso do Judiciário, que termina na quarta-feira. Nessa condição, ela é responsável pelas medidas urgentes no tribunal durante o recesso e, por isso, tem legitimidade para tomar a decisão sozinha. Essa prerrogativa foi reforçada pelo pedido de urgência protocolado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Só após essa etapa, o Ministério Público Federal pode usar o material para iniciar investigações formais contra autoridades e políticos com foro citados pelos delatores.
Integrantes do Supremo e da Procuradoria-Geral da República avaliam que a autorização dada por Cármen Lúcia para que a equipe de Teori continuasse a trabalhar mesmo após a morte do ministro já foi um forte indicativo de que a presidente do STF pretende ser breve na homologação, com três objetivos: garantir que não haja atrasos no processo da Lava Jato, sinalizar à opinião pública que não há qualquer mudança no ritmo e na disposição do tribunal quanto às investigações e, enfim, tirar a pressão para a escolha do novo relator a toque de caixa.
Se a homologação ficar para depois do dia 1º, com o reinício dos trabalhos, teria de esperar a definição do novo relator da Lava Jato. No caso de a homologação ser assinada por Cármen Lúcia, ela teria mais tempo e ficaria à vontade para manter as conversas com outros ministros do STF a fim de “construir um caminho” – nas palavras de seus interlocutores – de definição do critério de escolha do substituto de Teori na relatoria.
Sorteio
Pelo regimento, a probabilidade maior é a realização de sorteio entre os integrantes de todo o STF ou apenas dos membros da Segunda Turma da Corte, da qual Teori fazia parte. Também é apontada a possibilidade de o Supremo chegar a uma solução “consensual” para que um integrante da Primeira Turma migre para a Segunda Turma e assuma a cadeira de Teori – e a Lava Jato.
Até o momento, Cármen Lúcia tem mantido reserva sobre o assunto, mas seus interlocutores indicam que a opção mais provável é o sorteio entre todo o plenário, numa demonstração de que qualquer ministro da Corte está apto a assumir a tarefa.
O Palácio do Planalto trabalha com a previsão de que a homologação das delações da Odebrecht ocorra, de fato, entre segunda e terça-feira. Cármen Lúcia e o presidente da República, Michel Temer, conversaram algumas vezes por telefone na semana passada. Na primeira ligação, a presidente do STF agradeceu o apoio dado pela Aeronáutica no desastre aéreo que matou Teori e elogiou os militares envolvidos. Depois disso, Temer ligou à noite para a presidente do STF para avisar que a gravação na cabine do avião que caiu estava audível.
O presidente disse que vai indicar o nome do substituto de Teori na Corte somente após a definição do relator da Lava Jato. Temer tem conversado sobre assuntos do Judiciário com o ministro do STF Gilmar Mendes, a advogada-geral da União, Grace Mendonça, e o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.
Audiências
Desde terça-feira passada, os juízes auxiliares de Teori foram autorizados a continuar o trabalho nos acordos da Odebrecht. Audiências para confirmar a espontaneidade das delações foram remarcadas.
Nesses encontros, os juízes fazem ao menos três perguntas aos delatores. Primeiro, questionam se o acordo foi espontâneo. Depois, pedem que o executivo explique como entrou no processo de colaboração e, por fim, se está de acordo com as penas acertadas entre a defesa e o Ministério Público.
Ontem, o herdeiro e ex-presidente do grupo, Marcelo Odebrecht, foi ouvido em Curitiba. As audiências aconteceram simultaneamente em diferentes Estados. Na quinta-feira, por exemplo, foi a vez do patriarca Emílio Odebrecht ser ouvido em Salvador (BA), um dia após seu aniversário.
Em São Paulo, o prédio da Justiça Federal foi aberto no feriado de aniversário da cidade, na quarta-feira, para colher depoimentos de dez executivos.
A audiência prévia à homologação é um procedimento considerado protocolar, adotado pelo gabinete de Teori em todas as delações que chegaram ao Supremo na Lava Jato. O Ministério Público Federal não participa dessa etapa.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.