sábado, 29 de abril de 2017

Cerca de 50 mil participam de Greve Geral no RN


O protesto intitulado Greve Geral cerca de 50 mil pessoas na tarde desta sexta-feira, 28, em Natal. O número foi divulgado pelos manifestantes, mas a Polícia Militar não confirmou.
Entre os manifestantes estavam servidores públicos, estudantes, sindicalistas e grupos da sociedade civil. Funcionários dos Correios foram ao protesto fardados. “É a perca de nossos direitos. Hoje Temer quer terceirizar nossa empresa. Isso tira postos de colegas nossos. Tira nossos empregos”, diz Esiedla Andrade, funcionária dos Correios, sobre a terceirização.
A Polícia Militar informou por meio da assessoria de comunicação que não irá divulgar estimativa e considerou o manifesto pacífico e tranquilo. “Estamos com nossas equipes nas ruas acompanhando e não houve nenhuma ocorrência grave, esperamos que siga assim até o fim”, afirmou o major Eduardo Franco.

Confira as principais imagens das manifestações em Natal nesta sexta-feira

A capital potiguar recebeu, nesta sexta-feira 28, uma grande movimentação em razão das manifestações nacionais contra as reformas da previdência e trabalhista que estão tramitando nas Casas Legislativas federais.
Segundo organizadores, cerca de 80 mil pessoas compareceram às ruas de Natal nesta tarde em protesto que teve concentração nas imediações do shopping Midway Mall, no Tirol. Para a Polícia, o número não passou dos 10 mil.
Confira abaixo as principais imagens das manifestações pelas lentes do fotógrafo José Aldenir (Agora Imagens):







Milhares de pessoas ocupam Centro de Mossoró em encerramento de manifestações contra reformas


Encerrou no início da noite desta sexta-feira a mobilização organizada por sindicatos e entidades representativas de Mossoró, com o intuito de protestar contra o andamento das reformas trabalhista e previdenciária que tramitam no Congresso Nacional.
Após um dia de manifestações encaminhadas em vários pontos da cidade, a programação encerrou com uma grande passeata pela principal via da cidade. Escolas ligadas à igreja católica e bancos não funcionaram.
Surpreendendo as expectativas dos organizadores, milhares de pessoas participaram da mobilização final, que teve início na igreja do Alto de São Manoel por volta das 15h30 e encerrou na Praça do Pax, no início da noite. Os organizadores estimam que cerca de cinco mil pessoas participaram da passeata. Na reta final era possível contabilizar cerca de 20 minutos de fluxo de manifestantes.
Nem mesmo a chuva que caiu no início da tarde impediu que a passeata fosse iniciada e ganhasse força no trajeto de cerca de dois quilômetros até o Centro da cidade.
Com faixas e cartazes pedindo a saída do presidente Michel Temer e a paralisação das reformas que estão em andamento no Congresso Nacional, sindicalistas, estudantes, representantes de entidades uniram forças para a realização de uma das maiores mobilizações públicas já realizadas na história de Mossoró.
“Todos estão vendo o sucesso da mobilização, mas as emissoras de TV devem mostrar que as mobilizações foram um fracasso. Cabe a cada um de nós mostrarmos nas redes sociais que o povo está indignado com o que estão fazendo com nossos direitos”, destacou a vereadora Isolda Dantas, que ocupava um dos carros de som que acompanhavam a mobilização.
A manifestação que estava prevista para encerrar na praça da Catedral de Santa Luzia, foi transposta para a Praça do Pax, devido a realização da missa de sétimo dia em homenagem ao empresário Milton Marques, realizada no fim da tarde desta sexta-feira.
A programação foi encerrada com discursos reforçando a necessidade de interrupção das reformas propostas pelo presidente Michel Temer.

Governo discute Central de monitoramento para Escolas Estaduais


As secretarias de Estado da Educação (SEEC) e de Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) discutiram na sexta-feira, 28, segurança das escolas estaduais potiguares. O encontro resultou em uma parceria para implantação de uma central de monitoramento das escolas localizadas nas áreas de vulnerabilidade.
“O investimento em segurança resultará em economia para a Educação, pois em cada furto que as escolas sofrem um gasto para recomposição desse material é gerado”, destacou a secretária de Educação, Cláudia Santa Rosa.
A titular a SEEC afirmou ainda que os casos de violência envolvendo as escolas estaduais vêm crescendo nos últimos anos. Além de Natal, em um primeiro momento, intenção é estender a ação às escolas de Mossoró.
“Sabemos que esse é um problema que só pode ser resolvido com a parceria dos setores de inteligência e ação da Segurança Pública. Para que essas medidas cheguem, precisamos criar um diálogo aberto entre a SEEC e a SESED”, disse.
A delegada e secretária estadual de Segurança, Sheila Freitas, propôs a instalação de câmeras de monitoramento para atender as escolas localizadas em áreas de risco e que tenham maior número de casos de arrombamentos.
“Podemos montar uma central específica para as escolas e assim termos, em tempo real, imagens das instituições de ensino”, declarou a delegada Sheila Freitas. Ela também destacou que essas imagens serão essenciais para investigações e flagrantes.
As equipes das duas secretarias voltarão a se reunir no próximo dia 03 para acertarem detalhes como a instalação dos equipamentos e pagamentos de diárias operacionais dos policiais que atuarão no monitoramento.

Guerra entre facções é maior causa de homicídios em 2017, diz novo titular da Degepol


Recém-nomeado para o comando geral da Polícia Civil, o delegado Correia Júnior já iniciou operações na Região Metropolitana de Natal, e no interior, em combate ao crime organizado. Em entrevista ao Agora RN, o delegado avalia que o crime organizado hoje é principalmente motivado pela guerra entre facções do Estado.
Com resultados das operações já sendo apresentados, em 3 dias registrando apenas um homicídio, o delegado ainda aponta que a corporação também está tentando dar uma prioridade ao lançamento do edital de concurso público, que visa contratar novos Policiais Civis. Confira a entrevista na íntegra:
Agora – Quais as providencias iniciais necessárias para o comando da Policia Civil?
Correia – A gente está correndo o mais rápido possível para conseguir o lançamento do edital do concurso público, que irá sair entre maio e junho, para 140 policiais civis, entre delegados, escrivães e agentes. Além disso, estamos realizando operações tanto em Natal como no interior, que iniciaram semana passada, e deveremos fazer mais na próxima semana. E vamos também, através de cursos do Governo Federal, junto à Secretaria de Segurança, intensificar nossos recursos de diária operacional e o trabalho na questão de drogas e crime organizado, além de aumentar a estrutura do DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa).

Agora – Como avalia o tráfico de drogas no atual quadro de insegurança no Estado?
Correia – Sabemos que combatendo o tráfico de drogas certamente a gente vai diminuir muito a questão dos homicídios e o crime organizado, devido a essa guerra entre facções. Só pra se ter uma ideia, dentre as operações realizadas na semana passada, tanto pela Polícia Civil como pela Polícia Militar, a nossa DHPP em três dias registrou apenas um homicídio na região de Natal. Então com essas operações, não só o trabalho da PC mas também o trabalho da PM, intensificando políticas de operações em conjuntas, a gente consegue diminuir a questão dos homicídios.

Agora – Como a contratação de mais pessoas pode ajudar no combate à criminalidade? 
Correia – A contratação é uma coisa essencial. Nós trabalhamos hoje apenas com 1500 policiais civis, ou seja, 28% do nosso contingente legal, do que é permitido por lei. E esse concurso, que inicialmente é pra 140 pessoas, mas como o levantamento foi feito em 2015, e em virtude da previdência houve muitas aposentadorias nos últimos meses, certamente iremos chamar contratar mais independentemente desses. Durante validade desse concurso, que é de dois anos, e pode ser prorrogado para mais dois, talvez a gente consiga convocar cerca de 300 policiais a mais nesse período.

Agora – O que acha das estatísticas, que apontam mais de 700 mortes violentas já neste ano?
Correia – Primeiro que houve aquelas situações de janeiro pra cá, com relação as guerras entre as facções. Só em Alcaçuz foram 26. Então cerca de 70% dessas mortes que estão acontecendo são pessoas que respondem ou responderam à enquete policial de facções. Mas independente disso, estamos trabalhando para diminuir esse índice geral até o final do ano, frente a nova administração da Sesed [Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social].

Rogério Marinho afirma que Greve Geral é para manter privilégios


O deputado federal Rogério Marinho (PSDB/RN), relator da reforma trabalhista, afirmou que a Greve Geral realizada em todo o Brasil na sexta-feira, 28, era voltada para manter privilégios de sindicatos e corporações, revoltados com a proposta do fim da contribuição sindical obrigatória. Caso a proposta seja aprovada no Senado e sancionada, o trabalhador terá o direito de escolher se paga ou não a contribuição ao seu sindicato.
“O medo de perdas de privilégios de corporações é a alma do protesto. PT e esquerda brasileira são face atrasada da política com pauta corporativista do século XIX, defendem privilégios e corporações contra o povo”, disse o tucano.
Nas redes sociais e através de nota oficial encaminhada à imprensa, o deputado potiguar criticou os atos de violência durante as manifestações e os transtornos ao trânsito causados pelos protestos.
“Alguns fascistas travestidos de manifestantes atacam população. Não entendem que direito à greve é daqueles que dela querem participar, não é licença para impor e intimidar outros como milícias bolivarianas”, disse o parlamentar por meio de suas redes sociais.
Segundo Rogério, os brasileiros não podem permitir que “a realidade da Venezuela se transporte para o Brasil”.
“Cassetete pedagógico”
No Tweeter, Rogério Marinho compartilhou o vídeo de uma confusão ocorrida na sexta-feira no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. O deputado potiguar afirmou que seria necessário “usar cassetete pedagógico”.

A cada 4 horas, uma pessoa é assassinada no RN


A cada quatro horas, uma pessoa é assassinada no Rio Grande do Norte. A conclusão é uma média simples, a partir da distribuição dos 801 homicídios registrados nos primeiros 125 dias de 2017, segundo o Observatório da Violência Letal Intencional do RN (Obvio)
Os números são inéditos na história da segurança pública estadual. No mesmo período do ano passado, as mortes foram 613. A diferença, portanto, é de um aumento de 30,6%.
Para a secretaria estadual de Segurança Pública, os números refletem os resultados da atividade criminosa, já que 62% dessas mortes são de pessoas ligadas a atividades criminosas.
A região metropolitana de Natal agrega mais da metade dos casos, com 468 homicídios. Em números absolutos, Natal lidera com 220.

‘Xerife’ Maurílio Pinto cobra prisões seguras e combate mais vigoroso ao tráfico no RN


Reiterando as afirmações do recém-empossado delegado-geral da Polícia Civil, Correia Júnior, o ex-delegado e ex-subsecretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), “Xerife” Maurílio Pinto, aponta que de fato os altos índices de violência no Rio Grande do Norte deve-se a briga entre facções criminosas. Para combater isso, ele diz que se faz necessário um reforço nas prisões e um maior combate ao tráfico de drogas.
Para o Xerife, os altos números de violência em 2017 no RN são decorrentes da briga entre quadrilhas de crime organizado, que atuam principalmente no tráfico de drogas. “O que tem contribuído para o aumento da violência é exatamente as brigas entre os traficantes, que aumenta muito o número de homicídios”, afirma.
Segundo relatórios do Observatório da Violência Letal Intencional do RN (Obvio), o ano apresenta índices de quase 800 casos de homicídios, somente nesses quatro primeiros meses. O número é maior que 30% do registrado, no mesmo período, em 2016.
Em declarações à reportagem do Agora, o delegado-geral Correia Júnior diz está comandado operações com fins de combater as causas desses homicídios, que segundo ele a Polícia Civil avaliou ao menos 70% dos casos ligados ao crime organizado. O “Xerife” Maurilio Pinto também concordou com o posicionamento do delegado e aponta que essas operações devem ocorrer com mais vigor.
“Em primeiro lugar manter as prisões mais seguras, e também o combate que já está sendo feito, mas com mais vigor, ao tráfico de drogas”, diz Maurilio.
Além disso, ele também destaca a necessidade de contratação de mais policiais, pois essas operações contra o crime organizado são mais dificultadas com o pequeno número de efetivos. “É muito deficiente o efetivo, eles estão ‘se virando nos 30’, como se diz”.
Atualmente aposentado, Maurílio Pinto ainda continua sendo um ícone da segurança pública no Estado. O ex-delegado recebe visitas, pedidos de ajuda para solucionar casos, e pedidos de conselhos por oficiais.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Ministro da Justiça determina que PF investigue Baleia-Azul

A Polícia Federal (PF) vai investigar o jogo virtual Baleia-Azul, que incentiva o suicídio e a automutilação, após determinação do ministro da Justiça, Osmar Serraglio. O jogo, composto por 50 tarefas que culminam no suicídio, já é alvo de investigações policiais em pelo menos oito Estados do Brasil.

“Estrela do Crime” é assassinada com vários tiros na Praia do Meio e amigos prometem vingança


Uma jovem, identificada como Maria Luiza Medeiros, 25 anos, foi morta com vários disparos de arma de fogo, no início da noite deste domingo, na avenida Presidente Café Filho, na Praia do Meio, zona Leste de Natal.
Segundo a polícia, ela seria mais conhecida como ‘Malu Bonekynka’. No Facebook, a vítima se autointitula como a “Estrela do Crime”. Na página dela, vários amigos se despedem e um deles promete vingança em mensagem (excluída minutos depois). Malu publicou a seguinte frase: “A vida e loka e nela eu to de passagem? boa noitee aii pros afavor”
‘Malu Bonekynha’ teria sido assassinada por desafetos em via pública, na frente de taxistas e transeuntes, quando saía de um bar próximo. Ela ainda seria responsável por vários assaltos na região. No Facebook, a jovem publicou que estuda na ‘Faculdade do Crime.’
Uma das amigas dela publicou a seguinte mensagem no Facebook: “Oow My galega vc ligou me chamando pra ir logo cedo eu disse q não ia q tava no susego disse q ficasse em casa meu Amr mas vc foi My galega meu deus só deus sabe a dor q ta aq dentro oow My galeguinha te dei tanto conselho vc não me escutou foi pela cabeça dos outro que queria seu mal oow My linda prq mim deixo não tou acreditando My galega do crime vai ta no meu coração PCR sempre”.
No local, agentes da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e peritos do ITEP concluem os trabalhos para remover o corpo. A área está isolada e há muitos curiosos querendo saber mais detalhes. O caso será investigado pela Polícia Civil.


Morre ex-zagueiro que atuou no Corinthians e Botafogo nos anos 80


Morreu na tarde desta quarta-feira (26), aos 63 anos de idade, o ex-zagueiro Zé Eduardo, que jogou pelo Corinthians e Botafogo. De acordo com o Terceiro Tempo, ele sofria de um tumor ósseo.
Zé Eduardo jogou no Timão entre 1975 e 1980. O ex-jogador esteve presente na semifinal do Brasileirão do Corinthians contra o Fluminense, no Maracanã, que ficou conhecida como “Invasão Corintiana”
Após passagem pelo futebol paulista, Zé Eduardo se transferiu para o Botafogo. A foto acima mostra o time do Corinthians em 1979. Em pé, da esquerda para a direita, estão Jairo, Zé Maria, Taborda, Amaral, Zé Eduardo e Romeu. Agachados estão Piter, Palhinha, Sócrates, Biro-Biro e Wladimir.

Bandidos armados invadem escola, fazem reféns, e levam cerca de 40 aparelhos celulares


Noite de pânico na escola Estadual Jerônimo Rosado Maia, no conjunto Vingt Rosado, em Mossoró. Bandidos armados invadiram a escola e promoveram um verdadeiro arrastão entre servidores, professores e alunos que ocupavam a unidade de ensino.
Na investida os bandidos recolheram dezenas de celulares e outros bens pessoais antes de deixarem a escola numa motocicleta e fugirem em direção ignorada.
Após invadirem a escola os bandidos iniciaram o ataque pelos servidores que foram trancados na sala da direção. A partir de então os bandidos passaram a recolher os pertences de quem encontravam pela frente. Em meio a ameaças de morte e agressões foram recolhidos cerca de 40 aparelhos celulares.
Não é a primeira vez que a escola é alvo de deliquentes. Em novembro de 2014 a escola chegou a ser fechada prejudicando cerca de 700 alunos que ficaram sem aula devido a falta de segurança.
SEM CONTROLE – Este foi apenas um dos casos registrados durante esta terça-feira. Logo no início da manhã um grupo armado tentou assaltar um delegado da Polícia Civil no conjunto Abolição IV.
O delegado recebeu os bandidos a bala. Ninguém foi preso, mas o carro utilizado pelos bandidos foi encontrado com manchas de sangue.
Num outro ponto da cidade, uma motocicleta Honda Bros, preta com Branco, 2014, de placas OKC 7743 foi tomada de assalto. O assalto ocorreu por trás da empresa Jodiesel, BR-304, saída para Tibau.
Além destes casos a cidade registrou um homicídio no Centro e duas pessoas foram feridas a bala numa tentativa de homicídio. O cenário de insegurança se agrava a cada dia em Mossoró com o registro crescente de casos de violência em praticamente toda a cidade.

Senado avança na proposta que acaba com o foro privilegiado


Em uma reviravolta na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, os parlamentares aprovaram de maneira expressa o projeto que extingue o foro privilegiado para todas as autoridades, com exceção dos chefes dos Três Poderes. O texto não estava na pauta desta quarta-feira, 26, mas foi incluído a pedido do relator, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e aprovado de maneira simbólica pelos integrantes do colegiado.
A proposta seguirá para o plenário da Casa com calendário especial.
Randolfe acatou uma emenda do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que estabelece que os presidentes da República, da Câmara, do Senado e Supremo Tribunal Federal (STF) continuam sendo julgados pela Suprema Corte por infrações penais comuns.
Em casos de crime de responsabilidade, ministros de Estado, comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, membros dos Tribunais Superiores e do Tribunal de Contas da União e chefes de missão diplomática de caráter permanente também continuam com foro.

Universidades públicas agora podem cobrar mensalidade de cursos


Por 9 a 1, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira, 26, que as universidades públicas poderão cobrar mensalidade em cursos de pós-graduação lato sensu. A decisão do STF vale para cursos de pós-graduação lato sensu, conceito que abarca os cursos de especialização como os MBAs. Não se aplica a mestrados e doutorados ofertados em instituições públicas, que seguem gratuitos.
O entendimento firmado pela Corte foi o de que a garantia constitucional da gratuidade de ensino não impossibilita a cobrança, por universidades públicas, de mensalidade em curso de especialização. “A universidade pode contar, por expressa previsão constitucional, com recursos de origem privada. Ademais, embora as universidades não disponham de competência para definir a origem dos recursos que serão utilizados para a manutenção e desenvolvimento do ensino, podem elas definir quais são as atividades de pesquisa e extensão passíveis de realização em regime de colaboração com a sociedade civil”, defendeu o ministro Edson Fachin, relator do processo no STF.
“É evidente que as universidades não são completamente livres para definir suas atividades. O desempenho precípuo de suas funções exige que, no mínimo, a completa realização daquelas que se relacionem com a manutenção e o desenvolvimento do ensino. Nada impede que, para além dessas atividades, possa a universidade definir outros cursos para a comunidade, cursos de extensão sobretudo, que, embora se relacionem ao ensino, guardam independência em relação a ele”, completou Fachin.
Acompanharam o relator os ministros Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Luiz Fux e a presidente do STF, Cármen Lúcia.
“Temos de repensar o Brasil, colocando na ponta a educação”, ressaltou Cármen. “Não se está obrigando que (o curso de especialização) seja gratuito ou não se está obrigando o pagamento, apenas se está permitindo (a cobrança de mensalidade), inclusive a universidade podendo ter cursos de extensão cobrados em alguns casos e gratuitos em outros”, observou a presidente do STF.
No caso em discussão, a Universidade Federal de Goiás (UFG) recorreu de decisão desfavorável do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que considerou inconstitucional a cobrança da mensalidade. Um dos alunos havia conseguido na Justiça Federal de Goiás uma decisão contra a cobrança, mesmo depois de já ter efetuado a matrícula.
A Universidade Federal de Goiás alegava que nos dispositivos constitucionais sobre o direito social à educação não estão incluídos os cursos de pós-graduação lato sensu. Como o processo tem repercussão geral, o entendimento firmado pelo STF valerá para casos similares em todo o País.
‘Entidades híbridas’
O único voto contrário à possibilidade de cobrança de mensalidade foi proferido pelo ministro Marco Aurélio Mello. O ministro Celso de Mello não compareceu à sessão.
“A gratuidade é o toque de caixa que estabelece o acesso alargado, não beneficiando apenas aos mais afortunados dos cidadãos em geral. Há um ensino que se diz até aqui público, e não híbrido”, disse Marco Aurélio.
“A universidade há de prestar um serviço educacional a partir das receitas previstas expressamente, e as universidades por serem públicas, hão de viabilizar, sem necessidade de qualquer pagamento, o acesso dos cidadãos em geral”, defendeu.
Para Marco Aurélio Mello, a partir de agora, as universidades públicas serão entidades híbridas, sendo a um só tempo públicas e privadas, “mediante a cobrança desses cursos, que somente estarão ao acesso daqueles que possam pagar a mensalidade”.

TRT-RN determina circulação de 40% dos ônibus na paralisação de sexta

O vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RN), desembargador Bento Herculano Duarte Neto, determinou o percentual mínimo de 40% para o funcionamento da frota de ônibus durante a paralisação de sexta-feira (28) contra as reformas trabalhista e previdenciária.
A decisão foi tomada em audiência de mediação coordenada pelo vice-presidente, nesta quarta-feira (26), com a participação do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Natal-RN. (SETURN); Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Rio Grande (SETRANS) e Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Rio Grande do Norte (SINTRO-RN).
Na mediação, o vice-presidente propôs que as partes chegassem a um consenso quanto ao percentual da frota de ônibus a ser mantida na paralisação, sugerindo, inicialmente, o percentual de 45%.
O Ministério Público do Trabalho sugeriu que fosse adotado o percentual de 30%, com a alegação de que a própria adesão à greve ia fazer com que diminuísse a demanda de passageiros.
Os representantes das empresas propuseram que o TRT decidisse pelo percentual mínimo da frota.
Diante “da dimensão do movimento previsto para o dia 28 e da importância do tema”, o desembargador Bento Herculano resolveu arbitrar os 40% de funcionamento mínimo.
Anteriormente, o Seturn havia entrado com um pedido de liminar em um dissídio coletivo de greve contra a paralisação, inicialmente prevista para o dia 31 de março, que terminou por não ocorrer.
A presidente do TRT-RN, desembargadora Auxiliadora Rodrigues, concedeu a liminar, determinando a permanência de uma frota mínima de 70% nos horários de pico e 50% nos horários normais.
Para evitar que os empresários entrassem com um novo pedido com relação à paralisação do dia 28, o vice-presidente resolveu convocar a audiência de mediação desta quarta-feira.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Comando da educação estadual em Mossoró vira casa da sogra, literalmente

Sai sogra de político, entra sogra de político. Assim se deu a sucessão de comando da 12ª Diretoria Regional de Educação e Cultura (DIREC), responsável pela área de Mossoró e região.
O cargo vinha sendo comandado por Rina Márcia Ciarlini, sogra do ex-prefeito Francisco José Junior (PSD). Como ele não é mais aliado do governador ela perdeu o cargo. No lugar dela entra a sogra do ex-presidente da Câmara Municipal Jório Nogueira (PSD), Maria Consuelo de Almeida Costa.
De sogra em sogra o país de Mossoró vai se tornando a “cidade-estado” da piada pronta.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Filme mossoroense lota sessões de estreia no Multicine Mossoró


Fim de semana de estreia de mais um longa metragem produzido pela cineasta mossoroense Wigna Ribeiro.
Após meses de trabalho, e muita expectativa, “Era uma vez Lalo”, estreou neste fim de semana no Multicine Mossoró com lotação em três, das quatro sessões, distribuídas entre o sábado e o domingo.
“A estreia aconteceu no sábado, às 13h, e tivemos sessões especiais no sábado e domingo. Foram ao todo quatro sessões, três delas lotadas, e reservas para quem chegasse com meia-entrada”, destaca a cineasta.
Segundo Wigna Ribeiro , mais de 600 pessoas assistiram o filme no fim de semana, fato que poderá estender a exibição em Mossoró para o próximo fim de semana.
“Cerca de 630 pessoas assistiram ao filme este final de semana. Um número maior do que o programado. Então, foi ótimo”, destaca a cineastas.

Rogério Marinho supõe que sindicalistas “não tenham costume de acordar cedo para trabalhar”


O Deputado Federal Rogério Marinho (PSDB) ironizou os manifestantes que fizeram protesto em frente a residência do parlamentar, no bairro Petrópolis, na Zona Leste de Natal. Os sindicalistas protestaram contra a reforma que pretende mudar a Consolidação das Leis Trabalhista, nesta segunda-feira (24).
Veja nota do deputado:
Toda manifestação é desejável desde que respeite os direitos de cada cidadão. Fazer protestos em frente a um condomínio prejudica a todos que moram lá e até a vizinhança. Eu espero que façam manifestações em locais adequados e que, das próximas vezes, os sindicalistas acordem mais cedo, pois saí para cumprir compromissos às 7h. Eles só chegaram às 9h. Talvez, não tenham costume de acordar cedo para trabalhar. Por fim, não tenho como resolver a verdadeira preocupação deles em relação a modernização das leis trabalhistas. Eles não querem perder a boquinha do imposto sindical obrigatório. É minha posição e já está tomada. O fim da obrigatoriedade do imposto será apresentado junto ao relatório das novas leis do trabalho.

Marclécio Realizará o VII Torneio de Mini-campo da Vila Guanabara


O desportista Marclécio Érico, presidente do Clube de Futebol da Vila Guanabara realizará no próximo Domingo, 30, o VII maior de torneio de mini campo da Serra do Mel, na Vila Guanabara. O torneio é tradicional e participam equipes da Serra do  Mel e de cidades circunvizinhas.

A inscrição é apenas R$ 55,00 (cinquenta e cinco) e efetivada na hora com a comissão organizadora.

Premiação:

1º lugar: R$ 700,00 (setecentos reais) + troféu e medalhas;
2º lugar: R$ 200,00 (duzentos reais) + troféu e medalhas;
3º lugar: três caixas de cerveja + troféu;
Artilheiro: Um par de chuteira;
Goleiro campeão: Um par de luvas;

Este torneio será em homenagem ao desportista Antonio Segundo de Mendonça, conhecido com AHD.

Cada equipe será formada por 6 (seis) atletas, um no gol e 5 (cinco) na linha.

O desportista Marclécio Éico convida todos os desportistas e desde já agradece aos amigos que irão participar do evento esportivo.

Conheça os ganhadores do 2º Torneio Society do Arena Brasil

Sergipe - Campeão

Sport Régio - Vice-campeão

Flaudinhas (Atletas da ACAYU) - 3º Lugar

ABC anuncia os três primeiros reforços para a Série B


Reta final de disputa do Campeonato Potiguar, mas em paralelo a decisão da competição estadual o ABC começa a se preparar para o Brasileirão. Nesta quinta (20), os três primeiros contratados do Alvinegro para a Série B se apresentam no CT Alberi Ferreira de Matos.
Chegaram para reforçar o elenco abecedista: o zagueiro Filipe, que estava no Botafogo/SP, o lateral-esquerdo Eltinho, vindo do J. Malucelli/PR, e o meia Zotti, que vinha defendendo o Macaé/RJ.
Os novos contratados se apresentarão à comissão técnica no final da tarde e devem iniciar os trabalhos nesta sexta-feira (21). Os três reforços chegam com contrato firmado até o término da disputa do Brasileiro.

Conheça um pouco mais dos novos jogadores:
Filipe da Costa Figueiró – Filipe
Posição: Zagueiro
Nascimento: 26/04/1985 – 31 anos
Naturalidade: Conceição de Macabu (RJ)
Altura: 1m83 Peso: 73 kg
Clubes: Criciúma/SC (2004-2007), Boavista/RJ (2008), Estrela Amadora/Portugal (2009), Criciúma/SC (2009), Chapecoense/SC (2010), Oeste/SP (2010), Guarani/MG (2011), CRB/AL (2011-2014), Aparecidense/GO (2015-2016) e Botafogo/SP (2016-2017).
Elton Divino Célio – Eltinho
Posição: Lateral-esquerdo
Nascimento: 07/07/1987 – 29 anos
Naturalidade: Guaíra (PR)
Altura: 1m71 Peso: 66 kg
Clubes: Paraná/PR (2006), Yokohana Marinos/Japão (2007), Flamengo/RJ (2008), Avaí/SC (2009), Internacional/RS (2010), Avaí/SC (2010), Coritiba/PR (2011-2013), Náutico/PE (2013), Coritiba/PR (2014), Avaí/SC (2014-2015) e J.Malucelli/PR (2016-2017).
Jenner Zottele – Zotti
Posição: Meia
Nascimento: 23/05/1985 – 31 anos
Naturalidade: São Paulo (SP)
Altura: 1m80 Peso: 68 kg
Clubes: Democrata/MG (2006), Atlético/MG (2006), Democrata/MG (2007), União Rondonópolis/MT (2007), CRAC/GO (2008), Araxá/MG (2008), Cabofriense/RJ (2009), Paracatu/DF (2009), Botafogo/DF (2010), Cabofriense/RJ (2010), América/RJ (2010), Cabofriense/RJ (2011), Macaé/RJ (2011), Tombense/MG (2012), Ipatinga/MG (2013), CRAC/GO (2014), Brasil de Pelotas/RS (2014), Treze/PB (2015), CRAC/GO (2015), Vila Nova/GO (2015-2016), Botafogo/SP (2016) e Macaé/RJ.

Flamengo 2 x 1 Botafogo: Guerrero coloca o Flamengo na decisão contra o Fluminense


Botafogo reage tarde demais e vê o Flamengo vencer o clássico com dois gols de Guerrero; Decisão do Carioca será entre Fla e Flu
Após o Fluminense passar pelo Vasco no sábado e se classificar para a final do Campeonato Carioca, o Flamengo recebeu o Botafogo no Maracanã na tarde deste domingo. Com a vantagem do empate para avançar a decisão, o time rubro negro foi melhor e bateu o time de Jair Ventura por 2 a 0, se classificando para a final.

O jogo

A primeira etapa no Maracanã começou agitada com João Paulo arriscando um chute perigoso logo nos primeiros movimentos e assustando Muralha. Na sequência, Everton de cabeça, respondeu para o Flamengo, mas também viu a bola passar ao lado do gol. Apesar do bom início, o primeiro tempo foi fraco tecnicamente.

Precisando da vitória, o Botafogo viu o Flamengo dominar a posse da bola e criar o lance mais perigoso da etapa. Aos 17, Everton levantou a bola na área, Arão ajeitou de cabeça para Guerrero que finalizou para o gol. Bem posicionado, Gatito fez a defesa em dois lances e salvou o Bota. No entanto, está foi a última boa jogada do primeiro tempo, já que as equipes passaram a errar muitos passes (47 no total) e cometer muitas faltas.

Arão Flamengo x Botafogo Carioca 23 04 17O Botafogo demorou para se encontrar em campo no Maracanã (Crédito: Gilvan de Souza / CR Flamengo / Divulgação)

O Flamengo voltou melhor na segunda etapa e não demorou a abrir o placar. Logo aos quatro minutos, após o bate e rebate, Guerrero pegou o rebote na entrada da área e soltou a bomba para o gol. Gatito tentou o desvio, mas não conseguiu evitar o primeiro do time rubro negro.

Precisando da vitória, Jair Ventura colocou Sassá e Guilherme, tentando fazer o Botafogo sair para o jogo. No entanto, a alteração não fez efeito e o Flamengo continuou melhor. Aos 20 minutos, Everton pegou o rebote na ponta esquerda da área, arriscou o chute e a bola acabou explodindo no braço de João Paulo. O árbitro marcou pênalti para o Flamengo e Guerrero não desperdiçou, marcando o seu segundo no jogo.

No fim do duelo o Flamengo diminuiu o ritmo e o Bota passou a pressionar. Aos 40, Réver derrubou Sassá na área e o árbitro marcou mais uma penalidade. O próprio atacante cobrou e fez o gol de honra para o Bota, fechando o marcador.

O Flamengo agora irá disputar o título do Campeonato Carioca contra o Fluminense.

Real Madrid 2 x 3 Barcelona: Messi brilha, faz o 500º gol e Barça assume liderança de La Liga


Com boa atuação do craque argentino, equipe catalã vence o arquirrival madridista em pleno Santiago Bernabéu e se torna líder do Campeonato Espanhol.
Com boa atuação do craque argentino, equipe catalã vence o arquirrival madridista em pleno Santiago Bernabéu e se torna líder do Campeonato Espanhol
O Barcelona colocou fogo em La Liga. Com uma boa atuação de Lionel Messi, que chegou ao 500º gol, e expulsão de Sergio Ramos nos minutos finais, o time da Catalunha aplicou 3 a 2, de virada, sobre o Real Madrid em pleno Santiago Bernabéu, em duelo válido pela 33ª rodada. Casemiro abriu o placar, mas o argentino (duas vezes) e Rakitic garantiram o resultado para o visitante.
Com o resultado, o Barça chega a 75 pontos e assume a liderança do Campeonato Espanhol. Os Blancos têm o mesmo número. Contudo, perdem no critério de desempate, que é o confronto direto. Os comandados de Zinedine Zidane ainda têm um jogo a menos. A equipe da capital espanhola enfrentará o Celta de Vigo em rodada que acabou adiada.

Real Madrid Barcelona LaLiga 23042017
(Foto: Getty Images)
O Real Madrid foi superior ao visitante no primeiro tempo. Com boas jogadas de Toni Kroos e Luka Modric, a equipe de Zinedine Zidane chegou frequentemente ao ataque, mas Cristiano Ronaldo, Benzema e Gareth Bale não estavam com a pontaria calibrada. Casemiro, com bastante dificuldade para marcar Messi, abriu o placar após rebote em escanteio de Sergio Ramos. Lionel Messi igualou o marcador em uma pintura no Santiago Bernabéu.
O mandante seguiu criando boas chances na volta do intervalo. Contudo, parou na boa exibição de Marc André ter Stegen. O goleiro foi soberano e evitou que o time da casa voltasse a ficar em vantagem no marcador. Como quem não faz leva, Rakitic virou o placar no estádio da capital. Logo na sequência, Sergio Ramos foi expulso, mas isso não abalou o Real Madrid. James Rodríguez, escolhido para substituir Karim Benzema, igualou o confronto. Mas no último lance do duelo, Lionel Messi aproveitou contra-ataque do Barça e estufou a rede de Keylor Navas, alcançando seu 500º gol.
Trabalhadores e estudantes da USP (Universidade de São Paulo) bloqueiam o trânsito na rua Teodoro Sampaio, em São Paulo durante greve geral, no dia 14 de março de 1989 Trabalhadores e estudantes da USP (Universidade de ... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/04/24/o-brasil-vai-parar-na-sexta-desde-a-decada-de-90-o-pais-nao-tem-greve-geral-de-fato.htm?cmpid=copiaecola

Saiba como o novo sistema de identidade única funcionará no Brasil

O projeto de lei que visa a criação de uma identidade única já foi aprovado pelo Congresso e deverá valer no país após sanção do presidente Michel Temer. O novo sistema de identificação substitui documentos como RG, CPF, CNH e título de eleitor.
De acordo com a Folha de S. Paulo, o Documento de Identificação Nacional vai unificar diversos documentos brasileiros. O CPF será utilizado como base para identificação e vai funcionar por meio de dados biométricos, colhido eletronicamente. A partir desta etapa, não será mais necessário apresentar outros documentos, como a Carteira Nacional de Habilitação ou o título de eleitor.
O documento poderá ser emitido pela Justiça Eleitoral e outros órgãos, caso o TSE autorize. A impressão será de responsabilidade da Casa da Moeda.

Jerry Adriani será enterrado nesta segunda (24)

O corpo do cantor Jerry Adriani será velado na manhã desta segunda-feira (24), no Cemitério Francisco Xavier, no Caju, zona portuária do Rio de Janeiro, e será enterrado por volta das 17h da tarde.
O ídolo da Jovem Guarda morreu às 15h30 do último domingo (23), aos 70 anos de idade, após perder uma batalha contra um câncer.
Além disso, o cantor também havia sofrido uma trombose em uma das pernas recentemente. Ao ser internado, o veterano foi diagnosticado o câncer.
Ícone do movimento "Jovem Guarda”, Jair Alves de Souza nasceu no dia 29 de janeiro de 1947, no bairro do Brás, em São Paulo. O cantor adotou o nome Jerry Adriani no início de sua carreira, em 1964.
Seu primeiro disco foi "Italianíssimo", quando o artista cantava músicas em italiano. Em 1965, o famoso passou a gravar as canções em português, reunidas no disco "Um Grande Amor".
Jerry deixou três filhos: Joseph, Thiago e Tadeu de Sousa.

Como a Coreia do Norte paga por seu sofisticado programa militar?

Isolada do resto do mundo, a Coreia do Norte gaba-se de seu poderio militar.
Neste domingo, o país disse neste domingo que "estaria pronto para atacar" um porta-aviões dos Estados Unidos que está se deslocando à Península da Coreia.
A ameaça veio estampada em um artigo de um jornal estatal, que comparou o navio a um "animal grosseiro" e afirmou que um ataque seria "um exemplo real para mostrar a força de nossos militares".
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou que o porta-aviões USS Carl Vinson se deslocasse à região em resposta à crescente tensão sobre os testes nucleares e de mísseis da Coreia do Norte.
como o país consegue pagar por seu sofisticado programa militar?
Kim Jong-un durante comemoração do "Dia do Sol" em Pyongyang: Kim Jong-un comanda Coreia do Norte

Exportação e investimento

Em primeiro lugar, são necessárias divisas internacionais. Muitos estão de acordo que a Coreia do Norte fez importantes aquisições de tecnologia no exterior, em certos casos com fins militares.
E, apesar de ser um dos últimos países do mundo a manter uma economia centralmente planificada, ao modo stalinista, Pyongyang ainda consegue desenvolver um setor exportador.
Em sua página na internet, a CIA, a agência de inteligência americana, estima o tamanho da economia norte-coreana em torno de US$ 40 bilhões (R$ 160 bilhões), similar ao PIB de Honduras ou do Estado brasileiro de Goiás.
As exportações da Coreia do Norte somam, por outro lado, US$ 3,834 bilhões (R$ 15 bilhões), o equivalente às vendas externas de Moçambique ou das do minúsculo Estado europeu de San Marino, encravado na Itália.
Entre os produtos destinados ao exterior, estão minério e itens manufaturados, entre eles armamentos e artigos têxteis, além de produtos agrícolas e pesqueiros.
Soldados em Pyongyang: Coreia do Norte gaba-se de poderio militar

Passando fome

Mas a resposta parece estar na natureza autoritária e centralizada do governo, que destina os escassos recursos do país a fins militares, nem que para isso seus cidadãos passem fome.
O PIB per capita da Coreia do Norte, ajustado pelo seu poder de compra, chega a US$ 1,8 mil (R$ 7,2 mil), fazendo com que o país asiático ocupe a 208ª posição entre 230 nações, nível comparável ao de Ruanda, na África, ou do Haiti, na América Central.
Na década de 1990, o país enfrentou a ameaça de uma escassez generalizada de produtos alimentícios básicos, e sua economia levou um longo tempo para recuperar-se do desastre.
Foi um processo tão traumático que, até 2009, a Coreia do Norte recebeu uma substancial ajuda alimentar da comunidade internacional. Hoje, acredita-se que sua produção agrícola interna tenha melhorado.
O navio americano USS Carl Vinson em 8 de abril de 2017: EUA enviou porta-aviões e grupo tático para a península coreana; Trump fala em "armada"


Os clientes

E quem são os clientes dos produtos norte-coreanos?
O aliado político mais importante do país é a China, que compra 54% de sua produção. Em um inesperado segundo lugar, vem a Argélia, que é o destino de 30% das vendas do país. E, para a Coreia do Sul, vão 16% de suas exportações.
Apesar da Coreia do Norte e a nação vizinha viverem um dos conflitos militares mais longos de que se tem notícia na história, em curso desde o fim da 2ª Guerra Mundial, os dois países vêm fortalecendo os vínculos econômicos.
Alguns investimentos sul-coreanos se concentram em determinadas partes do país, oferecendo ao governo norte-coreano outra valiosa fonte de divisas.
O núcleo mais importante deles é o complexo industrial de Kaesong, que está diante de um futuro incerto depois de o governo de Seul anunciar a suspensão de sua participação na iniciativa, devido às crescentes tensões políticas entre ambas as nações por conta dos testes nucleares realizados pela Coreia do Norte.
A Coreia do Sul diz não querer que os recursos gerados pela zona industrial sejam usados no programa militar norte-coreano. E as sanções econômicas impostas por vários países, inclusive as mais recentes aplicadas pelo Japão, devem continuar debilitando a economia norte-coreana.
No entanto, enquanto o governo do líder norte-coreano, Kim Jong-un, seguir disposto a impor sacrifícios substanciais a seus habitantes, pode-se esperar que a Coreia do Norte continue a desenvolver seu poderio militar muito além do que seria possível esperar de uma nação com sua frágil condição econômica.