IV COPA DE FUTSAL TALENTOS DA SERRA

REGULAMENTO GERAL


I – DOS OBJETIVOS

 

Art. 01º - A IV COPA DE FUTSAL TALENTOS DA SERRA visa oferecer, aos estudantes do município de Serra do Mel, maior integração e socialização cultural desportiva entre os alunos de escolas diferentes.

II – DA ORGANIZAÇÃO


Art. 02º - A IV COPA DE FUTSAL TALENTOS DA SERRA será uma promoção organizada pela Coordenação da Associação de Apoio ao Desenvolvimento Social, Cultural e Administrativo ao Municipio de Serra do Mel – ACAYU e a Escola Estadual Padre José de Anchieta e os desportistas voluntários que dispuseram a organizar o campeonato.

Art. 03º - A IV COPA DE FUTSAL TALENTOS DA SERRA terá início em 02/10/2017. Todos os jogos serão realizados nas dependências da quadra de esportes da Vila Brasília, ao lado da Escola Estadual Padre José de Anchieta nas datas estipuladas pela organização do campeonato.

III – DA INSCRIÇÃO


Art. 04º  - Poderá se inscrever na IV COPA DE FUTSAL TALENTOS DA SERRA  qualquer aluno que estude na Escola Estadual Padre José de Anchieta – Unidade de Ensino Vila Rio Grande do Norte, Unidade de Ensino Vila Paraná e da Escola Municipal Vila Rio Grande do Norte, e que não tenha ocorrência grave junto a Direção e Coordenação, que não tenha reclamações dos professores por indisciplina em sala de aula, que não tenha mais de duas notas vermelhas nas avaliações bimestrais e também que não tenha excesso de faltas durante o ano letivo.

Art. 05º  - No ato da inscrição o representante da equipe receberá um talão para o sorteio beneficente com 10 bilhetes no valor de R$ 25,00 (vinte e cinco reais)  o talão. O valor total dos bilhetes deverão ser entregues até o dia 29/09/2017, data limite para a inscrição.
§ Único: A equipe que não adquirir os bilhetes não participará da copa.

Art. 06º - Cada equipe deverá ter um Representante, que será responsável por toda informação relacionada à sua equipe, bem como informações sobre o andamento da Copa.

Art. 07º - Cada equipe poderá inscrever 03 (três) atletas que já concluíra o ensino médio ou não esteja estudando, os mesmos devem ter entre 13 e 23 anos, conforme o Art. 10º.
§ Primeiro: A equipe poderá inscrever o goleiro que já tenha concluído o ensino médio e/ou tenha parado de estudar, sem limites para idade, dentre os três ex-estudantes.

§ Segundo: As equipes poderão jogar com os três jogadores estourados ao mesmo tempo. Em hipótese nenhuma a equipe poderá inscrever e colocar para jogar quatro atletas estourados. Se vier acontecer, e a equipe irregular tiver ganho a partida, perderá os pontos e serão anulados os gols da da partida e a equipe exclui um dos ateltas estourados para continuar no campeonato.


 Art. 08º - Cada equipe deverá se inscrever com um nome, que será escolhido pela própria equipe. Será aceito nomes de qualquer equipe, nacionais ou internacionais, não podendo haver nomes iguais entre as equipes.
Art. 09º - Cada equipe poderá inscrever no máximo 10 (Dez) e no mínimo 07 (sete) atletas. Dos quais, 03 atletas poderão não ser estudantes.

Art. 10º - Os atletas deverão ter entre 13 e 23 anos de idade, tendo como ano base os atletas que nasceram no ano de 1994 a 2004. A equipe que registrar atleta fora desta idade ou ano base, o atleta será excluído da equipe.

§ Único: A equipe que jogar com o jogador com idade ou ano base fora do padrão exigido pelo Artigo acima, a equipe perderá os pontos para equipe adversária. 

Art. 11º - As equipes que desejam se inscreverem na Copa, deverão procurar o Professor Roberto de Araujo, no turno vespertino ou noturno, na direção da E E Padre José de Anchieta para efetivar sua inscrição.
  

IV – DAS DISPUTAS


Art. 12º - Os jogos serão regidos pelas Regras Oficiais da Confederação Brasileira de Futsal.
Salvo modificações constantes neste regulamento.

Art. 13º - O sistema de disputa do Campeonato será da seguinte forma:
1ª FASE: As equipes jogarão no sistema de ponto corrido entre chaves. Serão inscritas no máximo 16 equipes dividas em 04 (quatro) chaves com 04 (quatro) equipes, onde serão classificadas as 02 (duas) primeiras equipes por chave.


 2ª FASE: As 08 (oito) equipes classificadas, farão os jogos do mata-mata – O primeiro da chava A jogará com o 2º da chave B e o segundo da chave A jogará com o primeiro da chave B; o primeiro da chave C jogarára com o segundo da chave D e o segundo da chava C jogará com o primeiro da chave D.
§ Único: Se classificará uma equipe por cada confronto, e se as partidas terminarem empatadas irão para as penalidades máximas.

3ª FASE: As 04 (quatro) equipes classificadas, farão os jogos do mata-mata, no qual se classificarão 02 (duas) equipes para definir a equipe campeã. E as 02 (duas) equipes não classificadas disputarão o 3º lugar.

§ Único: Durante a competição na primeira fase, a equipe que ganhar o jogo leva 4 pontos, a perdedora 1 ponto e se houver empate, cada equipe ganha 2 pontos.
  
Art 14º - Para iniciarem as partidas, cada equipe deverá ter em quadra 05 (cinco) atletas, não sendo permitido, sob nenhuma hipótese, o início sem esse número mínimo de atletas.

§ Único: A equipe que não se apresentar ao jogo no horário marcado será considerada perdedora por W.O. (4 pontos) e o placar de 1X0. Uma vez iniciada a partida, uma equipe somente poderá permanecer  em quadra com no mínimo 3 (três) jogadores.

Art. 15º - Os jogos terão a duração de 40 (quarenta) minutos, divididos em 02 (duas) etapas de 20 (vinte) minutos cada, com 05 (cinco) minutos de intervalo.

§ Primeiro: Durante cada etapa, os capitões ou técnicos de cada time poderá pedir tempo técnico de 2 (dois) minutos.
§ Segundo: Não poderá haver dois tempos técnicos na mesma etapa.

Art. 16º - Haverá tolerância de 10 (dez) minutos de atraso em relação ao horário programado pela tabela do primeiro jogo da rodada. O próximo jogo deverá iniciar-se logo após o término do jogo anterior.

Art. 17º - As equipes deverão se apresentar no horário estabelecido na tabela de jogos devidamente uniformizados (tênis, short, camiseta e meia).

 Art. 18º - A pontuação utilizada no Campeonato será a seguinte:
Vitória04 (quatro) pontos
Empate  – 02 (dois) ponto
Derrota01 (um) ponto

V – DOS EMPATES


Art. 19º - Serão utilizado os seguintes Critérios de desempates:
1 - Maior número de vitórias;
2 - Maior saldo de gols;
3 – Menor número de gols sofridos;
4 – Menor número de cartão amarelo;
5 - Confronto direto.

VI – DA PREMIAÇÃO


Art. 20º - Terá direito a prêmio a equipe Campeã, a Vice-Campeã e a equipe na Terceira Colocação.

Art. 21º - Haverá premiação especial para o Artilheiro do Campeonato e também para o goleiro da equipe menos vazada e será escolhido entre as quatro finalistas.

1º Lugar: R$ 500,00 (quinhentos reais) e medalhas personalizadas;
2º Lugar: R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais) e medalhas personalizadas;
3º Lugar: R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) e medalhas personalizadas;
Artilheiro: R$ 50,00 (cinquenta reais) e medalha personalizada;
Goleiro da equipe menos vazada: R$ 50,00 (cinquenta reais) e medalha personalizada;

§ Primeiro: Será considerado o goleiro menos vazado, um dos quatro finalistas que tenha sofrido o menor número de gol durante o campeonato.
§ Segundo: Se por ventura, uma das quatro quipes finalistas trocar de goleiro durante a IV Copa de Futsal Talentos da Serra, será contado os gols que a equipe sofreu durante o campeonato.
 VII – DAS PENALIDADES
Art. 22º - O cartão Amarelo será cumulativo, sendo que a cada acumulo de 2 (dois) cartões o atleta estará cumprindo suspensão automática na próxima partida da sua equipe.

§ Único: A advertência do atleta com o cartão Vermelho, não exclui a advertência anterior aplicada com o cartão Amarelo, sendo computado 1 cartão Amarelo com efeito cumulativo.

Art. 23º - O cartão Vermelho dará ao atleta uma suspensão automática na próxima partida da sua equipe, considerando nesse caso a expulsão sem agressão, e se houver agressão verbal ou física aos atletas, a arbitragem ou a comissão organizdora, será julgado pela comissão organizadora da IV Copa de Futsal Talentos da Serra.

Art. 24º - Se um atleta de qualquer equipe, independente estiver no banco de reservas ou na platéia assistindo o jogo, atrapalhar o seguimento do jogo ofendendo os atletas em quadra, brincadeiras que atrapalhem o desempenho do atleta ou incentivando a violência ou praticar a violência, o mesmo será automaticamente suspenso do próximo jogo e até mesmo julgado pela comissão do campeonato.

§ Único: Havendo a reincidência deste atleta no art. 24º, o mesmo será automaticamente excluído do campeonato.

Art. 25º - O atleta que estiver em quadra incentivar a violência ou cometer um ato de violência grave a um atleta que estiver em quadra ou no banco de reservas ou até mesmo nos árbitros, será expulso da partida e será julgado pela comissão organizadora da IV Copa de Futsal, podendo ser suspenso de jogos ou até mesmo expulso do campeonato.


Atenciosamente,


Roberto de Araujo Silva                                                    Ana Paula Dantas
                    ACAYU                                                        E E PE JOSÉ DE ANCHIETA


                                       
Comissão Organizadora
Felipe Santos
Renan Potiguar
Jeferson Costa
Edna Moreno
Jonathas Ferreira
Jeferson Emanuel
Amós César


Serra do Mel/RN, Setembro de 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário